A Família Sagrada no Egito

Home/Destinos/África/Egito/Cairo/A Família Sagrada no Egito

A Família Sagrada no Egito

“Então (José) levantou-se, pegou a criança e sua mãe durante a noite e partiu para o Egito, onde ficou até a morte de Herodes.” (Mateus 2: 14-15a) Lembra desta parte da Bíblia? Infelimente, Mateus não deu maiores detalhes sobre o a viagem da Sagrada Família no Egito, mas vários contos apócrifos preenchem detalhes. 

Essas histórias são especialmente importantes para a igreja copta egípcia, a igreja fundada por então São Marcos. Eles consideram que a Sagrada Família permaneceu no Egito por pouco mais de três anos e meio. E de fato, dezenove lugares no Delta do Nilo e no Alto Egito são nomeados nas tradições cristãs como tendo sido lugares onde a Sagrada Família parou ou residiu por períodos variados de tempo. Veja o mapa que tiramos foto e os nossos vídeos com o nosso guia explicando.

De todos os locais relacionados à permanência egípcia da Sagrada Família, a mais importante é a igreja de Abu Serga (São Sérgio), no bairro copta do sul do Cairo Antigo, a leste do rio Nilo. Segundo a tradição antiga, a Sagrada Família se refugiou em uma caverna, agora uma cripta embaixo da igreja.

Igreja de Abu Serga

a Igreja de São Sérgio e São Baco, ou Abu Serga em árabe, está entre as igrejas mais antigas do Cairo Antigo. É construído sobre o local tradicional de uma caverna que, segundo se diz, abrigou a Sagrada Família durante sua permanência na área.

Construída no século IV dC, Abu Serga queimou por volta de 750 dC. Foi restaurada e foi renovada várias vezes desde então. A igreja é dedicada a São Sérgio e São Baco, membros da guarda imperial sob o imperador romano oriental Galerius Maximianus (305-11). Eles se converteram ao cristianismo e foram posteriormente torturados e martirizados.

Abu Serga é do tipo basílico, sustentado por duas linhas de colunatas, uma das 12 colunas contrasta a outra com sua cor vermelha, que segundo a tradição representa Judas Iscariotes. Vestígios de pinturas murais ainda podem ser encontrados nessas colunas até hoje. A tela do santuário central data do século XIII, acima do painel embutido de ébano e marfim, é a iconostase dos doze apóstolos.

Entrando no santuário do sul que não está mais em uso, e descendo através de um lance de degraus, você se encontrará dentro da cripta que a Sagrada Família uma vez buscou refúgio. 

Para Saber Mais…

Próxima Viagem 2020

Vamos Viajar?

Convido você a conhecer a Naiade Viagens. Diferente de verdade, a empresa é admirada por seus clientes. Considerada no mercado como uma das primeiras Love Brands brasileiras. Muitas das viagens da Naiade são personalizadas e os grupos mundo afora são especiais e únicos.

Comments

comments

Did you like this? Share it:
Por |outubro 13th, 2019|África, Cairo, Destinos, Egito|0 Comentários

Sobre o Autor:

Leave A Comment