Jureia

F.Medina na Jureia – 1998

Esta conseguindo me ver em meio a cachoeira? Estou na Estação Ecológica da Juréia-Itatins, que é uma reserva muito especial devido a reter uma das maiores biodiversidades da natureza brasileira. A Estação Ecológica Jureia-Itatins é uma unidade de conservação da mata Atlântica, situada no litoral sul do estado de São Paulo, no Vale do Rio Ribeira de Iguape, abrange parte dos municípios de Peruíbe e Iguape, no litoral, e Miracatu e Itariri, no interior. Foi criada em 1986 e pelo Decreto nº 31.650, de 8 de abril de 1958 instituiu a Reserva Estadual dos Itatins, numa área de 80 hectares na Serra do Itatins.

Possui área de 79.270 ha tem clima regional da Baixada do Rio Ribeira de Iguape, e do tipo Af, isto e, tropical chuvoso de floresta, segundo Koppen 

[3]. Este tipo de clima e caracterizado por altas temperaturas e pluviosidade, precipitação anual maior que a evapotranspiração, ausência de estação seca e o mês mais frio possui temperatura media superior a 18° C. Na região da EEJI, as temperaturas medias anuais estão entre 21 e 22° C, a pluviosidade anual media e de 2200 mm e a umidade relativa do ar a superior a 80% [4].

Em 17 de agosto de 2005 os moradores da região, cansados de esperar providências dos órgãos ambientais, foram a campo para barrar um grande desmatamento na reserva da mata atlântica no município de Iguape/Peruíbe.

Comments

comments

Did you like this? Share it:

Sobre o Autor:

Leave A Comment