Polôniade Naiade – Clovis de Curitiba em 2017

Bebendo todas kkkk

A Polônia tem uma incrível história e também 14 Patrimônios Mundiais da UNESCO, e enfim é um destino maravilhoso – e muitas vezes negligenciado. A maioria dos viajantes vem visitar Cracóvia, talvez passar um dia ou dois em Varsóvia, e depois ir para outro lugar. Ao longo dos anos, encontrei poucas pessoas que realmente exploraram este país na sua totalidade. Isso é uma pena, porque a Polônia tem muito a oferecer. Desde belos parques a antigas cidades históricas, passando pela cerveja barata ( O Clovis pela foto que o diga ) e pelo litoral vazio. O país ainda está encontrando seu caminho política e economicamente, mas a Polônia é um país em movimento e a nova geração é global, educada e adora uma boa festa! Dê à Polônia o tempo que ela merece.

Varsovia

Varsóvia é a capital e maior cidade da Polônia. É movimentada e revitalizada, rejeitando a longa sombra do comunismo. Hoje, é conhecida como uma cidade real por causa de suas muitas residências e palácios.

Passeie pelas avenidas, explore a riqueza da música de Chopin, admire as peças de arte tradicionais e absorva esta cidade moderna. Eu amava Varsóvia. Ao seu redor vêem esses sombrios edifícios comunistas dando lugar a uma cidade cheia de otimismo, história, jardins públicos e modernidade.

Eu achava que a cidade tinha mais charme, menos turistas e uma seção transversal muito mais visível da história polonesa.

Cracóvia

Cracóvia, a cidade estudantil da Polônia, é um dos maiores destinos turísticos do país. Todo mundo vem aqui para a bela arquitetura medieval, castelos, boa comida e bebida barata! Esta cidade é linda, barata e cheia de coisas para fazer. Eu pessoalmente gosto mais de Varsóvia simplesmente porque é menos uma “cena turística”, mas você não pode negar que Cracóvia é uma cidade verdadeiramente incrível (e muito mais bonita). Nenhuma visita ao país seria completa sem uma visita a esta cidade.