PARQUE NACIONAL DE APARADOS DA SERRA

PARQUE NACIONAL DE APARADOS DA SERRA

PARQUE NACIONAL DE APARADOS DA SERRA

Junto à porção mais oriental da divisa dos estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, na região sul do Brasil, situam-se os Parques Nacionais de Aparados da Serra e Serra Geral, abrangendo uma área de aproximadamente 30.400 ha, distribuída ao longo dos contrafortes da região natural comumente denominada de Aparados da Serra, inserida na Formação Geológica Serra Geral – daí a origem do nome destas importantes unidades de conservação.

QUANDO IR

O Parque é aberto à visitação todo o ano. O horário de visitação do Parque Nacional de Aparados da Serra (Cânion Itaimbezinho) é das 8h às 17h, de 3ª a domingo (abrindo nas Segunda-feira que precede feriados nacionais, Carnaval, Natal e Ano Novo). Para a Trilha do Cotovelo é necessário adentrá-la antes das 15h e a Trilha do Rio do Boi, antes das 13h.

Não é obrigatória a presença de guia na parte de cima (borda) do Itaimbezinho (Entrada Gralha Azul, trilhas Vértice e Cotovelo).

COMO CHEGAR

Vindo de SC pela BR 101, entrada do acesso para São João do Sul – Praia Grande (21 km pela SC290 – antiga SC450 – até Praia Grande) e 23 km de estrada de terra até a entrada do Parque, subindo pela Serra do Faxinal (SC290, depois RS 427). Praia Grande fica a cerca de 300 km da capital Florianópolis e a 210 km da capital Porto Alegre, pela BR 101.

Vindo pelo RS, acessar o trevo para Cambará do Sul (na Rota do Sol ou RS-020). Em Cambará, dobrar à direita na Estrada do Itaimbezinho (RS427), e então são 18km de estrada de terra até a entrada do Parque. Cambará do Sul fica a cerca de 190 km de distância da capital Porto Alegre.

INGRESSOS

O valor do ingresso é de R$ 17,00 por pessoa. Brasileiros têm 50% desconto, pagando R$ 8,00 por visitante.

Visitantes menores de 12 anos e maiores de 60 anos são isentos de ingresso.

Os valores de estacionamento são:

  • R$ 9,00 para motos
  • R$ 15,00 para automóveis e camionetes
  • R$ 30,00 para ônibus e micrônibus

Não é permitido entrar com animais de estimação, nem fazer churrasco ou fogueiras na área do Parque.

Traga seu lanche e água. Não há lanchonetes ou restaurantes no Parque. O Centro de Visitantes conta com banheiros e bebedouros.

SEJA CONSCIENTE: LEVE EMBORA TODO SEU LIXO.

Bom passeio 🙂

ATENÇÃO: Alguns GPS tem orientado os motoristas a acessar o Parque por uma entrada antes de chegar ao Centro de Cambará do Sul/RS. Esta entrada ESTÁ INTERDITADA HÁ ANOS. O acesso ao Parque Nacional de Aparados da Serra deve ser feito: (a) ou entrando no centro de Cambará do Sul/RS e pegando a estrada na esquina do Supermercado Pioneer, (b) ou acessando a zona rural de Cambará via Estrada do Crespo (entrada ao lado do Cambará Lodge) e dobrando à direita no cruzamento do Morro Agudo, (c) ou, para quem vem de Praia Grande/SC em direção à Cambará do Sul/RS, subindo a Serra do Faxinalzinho, a estrada passa em frente à portaria do Parque.

ATRATIVOS

O maior atrativo do Parque é o Cânion Itaimbezinho. Com profundidade de até 700m, paredões verticais e fenda estreita, é um dos maiores das américas. Além disso tem as paredes rochosas ornadas pelo verde exuberante da Mata Atlântica.

O Parna de Aparados da Serra é formado por Mata Atlântica e Floresta de Araucária, campos e penhascos, que são moradas de papagaios-de-peito-roxo, jaguatirica, guaxinim e leão-baio.

São três as trilhas abertas ao público, sendo a trilha do Vértice e a do Cotovelo as principais atrações. A Trilha do Rio do Boi é o acesso ao interior do cânion. A entrada é pelo Posto de Informação e Controle do Rio do Boi, que fica no município de Praia Grande/SC.

O QUE FAZER

  • Caminhadas
  • Bicicleta nas trilhas de planalto
  • Banho de rio (somente Trilha do Rio do Boi)
  • Recreação em contato com a natureza
  • Visita à exposição
  • Contemplação, fotografia ou arte
  • Observação de fauna
  • Piquenique nas áreas permitidas

 

ORIENTAÇÕES

NÃO É PERMITIDO NO PARQUE NACIONAL DE APARADOS DA SERRA:

  • entrada de animais de estimação dentro dos Parques Nacionais (cachorros, gatos ou outros)
  • acampar
  • ultrapassar as barreiras de delimitação de acesso
  • nadar ou caminhar dentro dos cursos d’água (exceto Trilha do Rio do Boi)
  • coletar material biológico (vegetal ou animal) ou mineral sem autorização oficial
  • fazer uso de fogo
  • alimentar os animais silvestres
  • caminhar fora das trilhas demarcadas
  • jogar qualquer tipo de resíduos (inclusive papel higiênico) fora das lixeiras
  • permanecer no parque após as 18h (sem autorização oficial específica).

Comments

comments

Did you like this? Share it:

Sobre o Autor:

Leave A Comment

Você é humano?