Dicas de Segurança para uma Viagem a Israel

Home/Destinos, Israel, Oriente Médio/Dicas de Segurança para uma Viagem a Israel

Dicas de Segurança para uma Viagem a Israel

Bill Clinton, Yitzhak Rabin, Yasser Arafat – Eua 13/09/1993

São muitos os apertos de mão, e as boas intensões, como vemos acima na foto quando da assinatura do tratado de Oslo em 1993. Aí… de repente está tudo bem. Do nada a confusão toma conta de tudo. E enquanto atualizo este antigo post, o país vive a tenção por Trump ter reconhecido de Jerusalem como capital de Israel.

Segundo ele: “Hoje finalmente reconhecemos o óbvio: que Jerusalém é a capital de Israel”, disse Trump. “Isso é nada mais nada menos do que o reconhecimento da realidade. Também é a coisa certa a fazer. É algo que tem que ser feito”.

Sempre ocorre algo!

É comum, e nos últimos anos nem que você não deseje, acaba esbarrando em alguma notícia ruim sobre o aumento da violência entre a Palestina e Israel. Infelizmente, os incidentes já causaram centenas de mortos e feridos

Igual na sua cidade, onde você sabe onde não deve ir. Cada lugar tem sua peculiaridade. O lindo Rio de Janeiro já levou a vida de muitos que se perdem perto de favelas, outrora costumo dizer a quem vai para Buenos Aires: Cuidado com os arredores onde está o Estádio do Boca. Não é uma zona onde se pode ir sozinho. Em Israel as precauções se multiplicam.

Também é interessante que o viajante se informe previamente sobre a localização dos refúgios antimíssil nas zonas urbanas por onde vai estar.

Aqui em MundodeChico.com quero dar a você algumas ideias/dicas sobre segurança e/ou medidas de precaução sobre este destino dos sonhos de muitos.

*** Dica Primordial ***

Umas das primeiras precauções a se tomar e no planejamento da viagem. Este não é um destino comum, você até pode negociar seus passeios localmente com supostos guias que vão te encontrar num hotel, mas se você estiver interessado em se cuidar, lembramos que as melhores empresas locais trabalham para grandes operadores, e não para clientes diretos. Ser melhor aqui, num lugar cheio de surpresas, tem a ver com velocidade e capacidade para atuar em meio a uma provável confusão.

*** Organizado não é Excursão ***

Apesar de eu recomendar excursões para este destino, se você não gosta da ideia. Viajar de forma organizada, não quer dizer que você tem que ir numa excursão. É possível visitar Israel, Jordânia e outros países perigosos se utilizando das melhores empresas locais. O que esta em jogo aqui é se assegurar de estar na melhor companhia profissional possível. E também de ter/deixar links com pessoas/profissionais no Brasil para o ajudar em toda sua estada por lá.

*** Assistência de Saúde ***

Lembre-se que estamos falando de um destino exótico. Como já disse em outros lugares viaje com uma apólice de no mínimo USD 150.000,00. É interessante que sua apólice esteja sobre a responsabilidade da pessoa que está cuidando da viagem no Brasil. Caso algo ocorra, esta pessoa com tudo nas mãos vai ter facilidade de socorrer você, os seu, ou sua família.

Agora, vamos a outras informações interessantes relacionado a seu tempo livre longe de operadores locais de confiança, ou se você estiver em uma aventura por conta própria.

*** Faixa de Gaza ***

Não viaje à zona da Faixa de Gaza nem às áreas de Israel situadas num raio de 40km, a não ser que seja completamente imprescindível. Este território inclui, entre outras, as cidades de Sderot, Netivot, Ashkelon, Ashdod, Beersheba e Kiryat HaMalachi.

*** Sul da Cisjordânia ***

Evite viajar ao Sul da Cisjordânia, concretamente à cidade de Hebron e arredores, assim como a Belém. A localidade de Halhou, a cidade antiga de Hebron, a estrada 60 junto aos colonatos de Shilo e os colonatos de Nablus são considerados zonas de risco.

*** Jerusalém Oriental  ***

Evite também os bairros árabes de Jerusalém Oriental e algumas cidades árabes israelitas, como Nazaré e Nira, onde existe o risco de que voltem a ocorrer incidentes.

*** Sinai ***

Cautela. Sempre existem registros de células terroristas nesta área.

*** Fronteira com o Líbano ***

Ainda existe tensão na fronteira com o Líbano, pelo que recomendamos que te movas com extrema precaução nas zonas próximas à fronteira Norte de Israel.

Para Saber Mais…

Terminando, recomenda-se aos viajantes que estejam num estado de alerta permanente e que prestem atenção constante às notícias. Durante a noite, é recomendável permanecer no hotel. Leva sempre os teus documentos contigo, já que os controlos de segurança são mais frequentes nestas últimas semanas.

Boa Viagem Sempre mais uma vez! Este texto não é para fazer perder a vontade de viajar par Israel. Somente para o alertar sobre as peculiaridades de um país que vive em abolição. Que tal deixar a Naiade Viagens cuidar desta linda aventura.

Comments

comments

Did you like this? Share it:

Sobre o Autor:

Leave A Comment

Você é humano?