Vôo de balão na Capadócia

Home/Asia, Capadócia, Destinos, Turquia, Viagens em Grupo/Vôo de balão na Capadócia

Vôo de balão na Capadócia

2013 - Turquia - FMedina Passeio de balao 01

Eu, o Chico voando de balão na Capadócia – 2013

Ok. A viagem era para a Turquia, e tinha a Capadócia pelo caminho. Como não fazer o tal do famoso passeio de balão, considerado por muitos o mais belo do mundo? Dizem por ai que uma viagem à Turquia não estará completa se o roteiro não incluir um voo de balão na Capadócia. Esse passeio é, literalmente falando, o ponto alto da viagem! É uma daquelas 100 coisas que você precisa fazer antes de morrer.

Neila de Ponta Grossa, Neiva de São Luis do Maranhão e Rosalie de Curitiba
passeando de Balão na Capadócia – Turquia com a Naiade…e de Naiade!

Mas não quero fazer… E ai…:  E ai tudo bem!!! Afinal, cada um cada um. Tem quem não gosta de altura, não gosta de tirar os pés do chão e por ai vai.

Como surgiu?

Essa história de voar de balão na Capadócia não é tão antiga como muitos imaginam. Ela começou no início da década de 90 através de um casal australiano que fez o primeiro voo de balão na região, que logo perceberam que o local era perfeito para a prática do balonismo, com as condições climáticas ideais e um cenário incrível. Resolveram abrir a primeira empresa de balões na região e deram início a uma nova era para ao turismo na Capadócia, que até então tinha como um dos principais atrativos os passeios à cavalo pelos vales.

Como ocorre o passeio?

De uma maneira geral, a atividade se desenvolve da seguinte forma:

  • Uma van irá buscá-lo no hotel. O horário varia de acordo com o nascer do sol.
  • Um leve café-da-manhã
  • Ida ao campo de decolagem para acompanhar os balões serem inflados
  • Decolagem e voo, sobrevoando vales e cidades da região
  • Pouso, comemoração com espumante e entrega dos certificados de voo
  • Retorno ao hotel

Algumas curiosidades

Dá medo? Apesar da ideia de subir até 500 metros (ou mais) dentro de uma cesta parecer assustadora, o balonismo é seguríssimo e está longe de ser um esporte radical. Tudo é muito lento, suave e gostoso. Pessoas de todas as idades embarcam: de crianças pequenas até senhores de idade avançada.

Dá frio? Obviamente, ainda se você voar no inverno. A temperatura pode até baixar de zero, mas em geral a 500 metros não há uma grande diferença em relação à temperatura no chão. Além do mais, a boca de gás que alimenta o balão fica assustadoramente perto das cabeças dos passageiros, provendo um calorzinho bom.

5 da manhã é muito cedo, não dá pra ir mais tarde? há uma segunda leva que decola lá pelas 8, logo depois que a primeira toca terra, mas não é recomendado. Em primeiro lugar, você perde o ritual de ver o sol nascendo. Em segundo, não vê o balão sendo montado, o que é lindo e emocionante. Em terceiro, a luz às 8 da manhã está longe de ter a mesma graça do sol nascendo atrás das colinas. E, por fim, você perde a oportunidade de ver o céu todo colorido pelos outros globos lá de cima, já que o “segundo turno” costuma ser mais minguado. Madrugue com fé.

Devo reservar o quanto antes? Sim, principalmente na alta temporada. É o programa oficial da Capadócia e, portanto, disputadíssimo.

 

Comments

comments

Did you like this? Share it:

Sobre o Autor:

Leave A Comment

Você é humano?